Bem vindo à página do Coro da Vila

Nasce o Coro da Vila. Entusiasmados pelas perspectivas de uma nova história e contentes de poder iniciar um novo percurso com uma fantástica bagagem acumulada em 24 anos de vida, começamos a trilhar em 2017 uma nova trajetória. Muita gente acompanhou o longo, produtivo e feliz percurso do Coral Fundap.

O Coral Fundap surgiu em 1993, como uma iniciativa dos funcionários da Fundação do Desenvolvimento Administrativo. Pensado inicialmente apenas como uma atividade de integração e bem-estar, no decorrer dos anos, o coro acabou ultrapassando esse objetivo inicial. Com o acréscimo de pessoas da comunidade e de profissionais ligados à musica e a outras formas de expressão artística, o coro atingiu um nível elevado de qualidade vocal, aprofundou sua pesquisa de repertório – traço que já o identifica e individualiza no meio coral – e expandiu e diversificou seu público, com a realização de programas específicos, apresentados em espaços culturais significativos da cidade de São Paulo, como o Theatro São Pedro, o Masp, o Teatro Sérgio Cardoso, os teatros da Prefeitura Paulo Eiró e Arthur de Azevedo e outros.

No Memorial da América Latina, promovemos durante 10 anos Encontros Corais reunindo grupos adultos e infantis representativos do cenário coral brasileiro. Entre nossos espetáculos solo, destacam-se a leitura da Missa Brevis K. 192, de Mozart; o espetáculo Cinema!, com músicas que foram trilhas de filmes; o espetáculo Romeu, Julieta, Queijo e Goiabada, que misturava música erudita e sambas; À Margem, programa de música contemporânea brasileira e internacional, com arranjos inéditos feitos para o nosso coro de canções de Chico Buarque, Rita Lee, Cazuza, Arnaldo Antunes, Beatles, Queen e outros.

Três grandes compositores brasileiros também foram homenageados pelo coro: Vinicius de Moraes, no programa Vinícius e outras Bossas; Milton Nascimento (e outros compositores do Clube da Esquina), no programa Milton e Geraes; e o poeta maior, Chico Buarque de Holanda, com nossa Ópera do Malandro em Concerto, que o coro apresentou em 2015/16, sempre com teatros lotados!

Essa é uma história da qual a gente se orgulha muito. Pouquíssimos coros amadores sobreviveram tanto tempo e conseguiram realizar tanto com tão poucos recursos. E é isso que nos impele a continuar. Agora somos o Coro da Vila.

Nossa missão não mudou. Queremos continuar a difundir o canto coral e a levar música de qualidade para as ruas, praças, espaços públicos e teatros da nossa cidade. Nosso coro tem a cara de São Paulo. Reunimos gente de todas as cores, idades e sexos. Formamos um grupo multirracial, uma imagem do povo brasileiro: brancos, negros, orientais, mestiços. Uma turma que fala várias línguas: português, inglês, francês, espanhol, italiano e – por que não? – latim. Mas acima de tudo, uma turma que fala a linguagem universal da música. E essa não se extingue nunca. Convidamos todos a seguir com a gente nessa nova jornada.


Nós ensaiamos todas as quintas-feiras, das 19h30 às 22h, na Unibes Cultural, Rua Oscar Freire, 2500, Sumaré, ao lado da estação do metrô Sumaré (linha verde).